“O traficante colocou 152 de nós num barco”

Humans of New York/Facebook
Humans of New York/Facebook

O seu nome não é revelado. Não se sabe de onde vem, sabe-se para onde queria ir e sabe-se ainda onde está – em Kos, na Grécia.

Estas parecem ser as informações necessárias para contar a história desta mulher que se vê chorar, como se o mundo tivesse acabado ali.

Vendeu tudo o que lhe pertencia para que, tanto ela como o marido, pudessem chegar à Europa. Trabalharam na Turquia 15 horas por dia para juntar dinheiro. Colocaram tudo em risco, a vida toda nas mãos daqueles que os iam levar para o outro lado, aquele melhor.

Eventualmente conseguiram tudo o que era necessário para a viagem. “O traficante colocou 152 de nós num barco. Assim que vimos o barco,  quisemos voltar para trás, mas ele disse-nos que, caso desistíssemos, não teríamos um reembolso. Não tivemos escolha”, conta ao projeto “Humans of New York”.

O barco não aguentava nem mais uma pessoa para além daquelas que já transportava. Diz que, a certa altura, “as ondas começaram a entrar no barco e, então, o capitão disse para atirarmos a nossa bagagem para o mar”.

“No oceano, batemos contra uma rocha, mas o capitão disse para não nos preocuparmos. O barco começou a ficar cheio de água. Estava demasiado apertado para nos mexermos. Toda a gente começou a gritar. Nós fomos os últimos a sair de lá vivos”, relembra.

“O meu marido puxou-me pela janela. No oceano, ele tirou o seu casaco e deu-o a outra mulher. Nadou até onde foi possível”.

“Após uma série de horas, ele disse-me que estava demasiado cansado para nadar, que iria flutuar de costas e descansar. Estava tão escuro que não conseguíamos ver nada. As ondas eram grandes”.

“Conseguia ouvi-lo a chamar por mim, mas afastava-se cada vez mais e mais”, sem que houvesse algo que poderia fazer. Acabou por ter a sorte que outros não tiveram.

“Um barco encontrou-me. Nunca encontraram o meu marido”.

Fonte: Humans of New York

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *